Editora da UFSC lança obra com os pensamentos, palavras e obras de Henrique Fontes

18/11/2016 17:58

Convite-HFontes (1)

De caixeiro e guarda-livros da casa comercial do pai em Itajaí aos 17 anos, a uma das grandes lideranças culturais e educacionais em Santa Catarina. Um longo caminho contado agora no livro “Henrique da Silva Fontes – Pensamentos, palavras e obras”, de Armen Mamigonian e Marli Auras, lançamento dessa quarta-feira na Livraria da EdUFSC, às 11 horas.

 

A obra surgiu, originalmente, sob a forma de dois cadernos editados em separado há mais de 50 anos, ambos em Edição do Autor. Pensamentos, palavras e obras – Primeiro Caderno: da Faculdade e Filosofia, foi publicado no final de 1960. Já Pensamentos, palavras e obras – Segundo Caderno: Da Cidade Universitária saiu no início de 1962.

 

No primeiro caderno, Fontes, que aos 18 anos tornou-se bacharel em Ciências e Letras e, em 1927, aos 42 anos, colou grau na Faculdade de Direito do Paraná, apresenta a trajetória percorrida para a criação da Faculdade Catarinense de Filosofia – FAFI, desde a primeira reunião realizada em setembro de 1951 no Colégio Catarinense, até a finalização do primeiro prédio da faculdade, já na Cidade Universitária, então subdistrito da Trindade, em 1960. Para ele, isso era fundamental para preparar os professores dos cursos secundários e superiores.

 

Segundo o livro, a preocupação de Henrique Fontes com a formação de professores remonta aos anos 1920, quando assumiu a Diretoria de Instrução Pública durante o governo de Hercílio Luz e já afirmava que “sem a instrução real e eficientes dos mestres, isto, é formadores de novéis cidadãos, a independência nacional ainda está por completar, porque ignorância e semianalfabetismo são incompatíveis com a democracia”. Nesse período, iniciou a publicação da Série Fontes, composta de uma cartilha e quatro Livros de Leitura, destinados ao ensino elementar e distribuídos gratuitamente.

 

Nascido em 1885, Henrique Fontes é comparado por muitos a educadores como o baiano Anísio Teixeira, que no governo federal dos anos 1930 propôs a obrigatoriedade de faculdades de Filosofia nas universidades que estavam surgindo em São Paulo e no Rio de Janeiro, ou a Fernando de Azevedo e Paulo Freire, o pernambucano que criou um método revolucionário de alfabetização de adultos.

 

“Henrique da Silva Fontes – Pensamentos, Palavras e Obras – Armen Mamigonian e Marli Auras – Organização

Editora da UFSC

Preço: R$ 30,00  – 212 páginas – 1ª edição – 2016

 

 

EdUFSC na Festa do Livro da USP

11/11/2016 12:30

18ª Festa do Livro da USP será realizada entre os dias 22 e 25/11

INFO-2-1 (1)

Mais do que um local de vendas, um dos intuitos da Festa é, ao garantir preços mais baixos, democratizar o acesso aos livros

Em sua 18ª edição, a tradicional Festa do Livro da USP já tem data marcada: será realizada entre os dias 22 e 25 de novembro, de terça a sexta-feira, das 9h às 21h.

A Festa, organizada anualmente pela Editora da USP (Edusp) desde 1999, é um evento que procura aproximar editoras e leitores, oferecendo livros de qualidade a preços especiais, com desconto mínimo de 50%.

Em 2016, já estão confirmadas as participações de 155 editoras – o maior número de todas as edições –, e o evento acontecerá no mesmo espaço do ano passado, com uma estrutura de galpões e tendas que totalizam 3.600 metros quadrados, na Av. Prof. Mello Moraes, travessa C, entre a Raia Olímpica e Praça do Relógio Solar, na Cidade Universitária, São Paulo.

A edição deste ano também traz algumas novidades, como um dia a mais de duração, e, depois de quatro edições, voltará a ser realizada no mês de novembro, quando a maioria dos estudantes da Universidade ainda não entrou em férias.

Além da presença de editoras nacionais, a Festa contará com um estande conjunto da Editora da Universidade de Buenos Aires (Eudeba) e da Central de publicações da Universidade Nacional Autônoma do México (Libros Unam). A participação dessas Instituições faz parte da construção de uma parceria mais sólida e constante com a América Latina por parte da Edusp.

Outra novidade é o site do evento, produzido pela Edusp, no qual o leitor encontra mais informações sobre a história da Festa, as editoras participantes e depoimentos do público frequentador, por exemplo.

Mais informações sobre a Festa do Livro pelo e-mail festadolivro@usp.br.

 

 

Códices – os antigos livros do Novo Mundo

04/11/2016 17:11

  O admirável novo mundo da Mesoamérica

Códices-3d-gde-1

Códices – os antigos livros do Novo Mundo, de Miguel León-Portilla, publicado pela Editora da UFSC, é a famosa faca de dois legumes: serve tanto para os não-iniciados, quanto para os leitores já familiarizados

com o tema: o estudo dos livros e manuscritos feitos pelos povos indígenas da Mesoamérica em tempos pré-hispânicos e coloniais, como os códices maias, mixtecos e astecas.

 

(more…)