Abertura da 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias

29/06/2020 13:23

A 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias vai levar a experiência das grandes feiras literárias para dentro da sua casa. Por isso, para abrir o evento, teremos uma roda de conversa entre o escritor amazonense Milton Hatoum e a professora e pesquisadora Marisa Lajolo. A transmissão da live você confere no dia 1º de julho, às 10h, no Facebook da ABEU.

“Sadopopulismo: De Putin a Bolsonaro”, de Fábio Lopes da Silva

26/06/2020 21:14

O professor Fábio Lopes da Silva, ex-diretor da EdUFSC, é autor da obra Sadopopulismo: De Putin a Bolsonaro.

O livro é um ensaio sobre a cena política contemporânea, com ênfase no Brasil pós-impeachment de Dilma Rousseff. Foi escrito no rastro de conceitos propostos pelo historiador e intelectual público Timothy Snyder, de Yale, com quem colabora desde 2018.

Neste livro, Fábio Lopes da Silva retraça as origens do sadopopulismo e sua chegada ao Brasil, via Jair Bolsonaro. O autor mostra ainda os limites atuais do progressismo brasileiro em sua oposição ao sadopopulismo. Por fim, especula sobre o futuro do governo Bolsonaro e o que os progressistas podem fazer a respeito.

O autor concedeu uma entrevista à Revista Gulliver, na qual fala sobre a pesquisa, hipóteses e como essa forma de governo chegou ao Brasil. Confira aqui.

Para mais detalhes sobre o volume, acesse:

LANÇAMENTO! E-book: “Cidades rebeldes: invisibilidades, silenciamentos, resistências e potências”

25/06/2020 13:35

Por Agecom

Cidades rebeldes: invisibilidades, silenciamentos, resistências e potências é o título do mais novo e-book lançado pela Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (EdUFSC). Organizado por Paulo Raposo, Allende Renck e Scott Head, o livro faz parte da Coleção Brasil Plural e está disponível gratuitamente na estante aberta da Editora.

A obra deriva do ciclo de cinema Cidades rebeldes, cujas sessões ocorreram entre abril e junho de 2018 no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFSC, na disciplina Direito à cidade, espaço público e performance, coordenada por Paulo Raposo, professor visitante na UFSC e docente do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Por meio do cinema documental e de filmes de autor, o ciclo buscava tornar visíveis intervenções artísticas, engajamentos políticos, pesquisas e reflexões que promovessem a discussão sobre o direito à cidade na contemporaneidade. 
(mais…)

Documentário resgatará a história de Caspar Erich Stemmer

23/06/2020 20:45

O professor Caspar Eirich Stemmer (1930-2012) foi uma das mais importantes figuras no cenário científico-tecnológico brasileiro. Ao longo de sua brilhante carreira, ocupou algumas das mais altas funções estaduais e nacionais. Fundou e presidiu a Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina (FEESC), foi reitor da UFSC e secretário executivo do Ministério de Ciência e Tecnologia. A EdUFSC publicou o livro “Caspar Erich Stemmer: administração, ciência e tecnologia“, no qual Arno Blass, um de seus mais próximos colaboradores, narra de maneira minuciosa e comovida a exemplar trajetória do professor Stemmer.

O documentário está sendo produzido pela GeoFilmes e será lançado nos próximos meses. O teaser está disponível no Youtube. Informações sobre o documentário estão disponíveis na página do Departamento de Engenharia Mecânica (EMC). Confira aqui.

 

1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias

22/06/2020 13:20

De 01 a 08 de julho, a Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU) vai levar a experiência de uma feira literária para dentro da casa dos leitores. A 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias é mais uma iniciativa criada em apoio às suas associadas, realizada no âmbito da campanha O livro nos aproxima, e pensada para estimular a comercialização de livros em um momento em que o setor sente os impactos econômicos da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. O evento ocorrerá no site: www.feirabeu.com.br

Inspirada em alguns eventos do mercado livreiro realizados virtualmente neste mesmo cenário, como a Feira do Livro de Bogotá, a ABEU criou um site que irá atuar como vitrine digital para as editoras anunciarem as obras que estão comercializando.

Em breve, uma semana inteira para comprar os melhores livros das editoras universitárias com até 50% de desconto! Vamos levar a experiência de uma feira literária para dentro da sua casa.

LANÇAMENTO! “Filosofia da ciência de Thomas Kuhn: conceitos de racionalidade científica”, de Daniel Laskowski Tozzini.

19/06/2020 19:42

Se você já ouviu a expressão “precisamos mudar o paradigma”, isso se deve a uma pessoa: o filósofo Thomas Kuhn. Durante sua carreira, Kuhn entrou em debate com os maiores filósofos da ciência de sua época. Popper, Lakatos, Feyerabend, Watkins, Toulmin e Israel Scheffler estavam entre eles. Este livro apresenta uma introdução à filosofia de Kuhn e as principais críticas que ele recebeu. Imagens e recursos visuais são utilizados para facilitar a compreensão do tema. Professores, estudiosos e alunos de Filosofia e História da Ciência, de Filosofia Contemporânea, de Metodologia da Ciência, de Filosofia Contemporânea, de Metodologia Científica, de Epistemologia das Ciências Sociais e de Sociologia do Conhecimento podem encontrar neste livro um bom guia de estudos e de debate.

Clique aqui para adquirir o seu exemplar.

“O fantástico na Ilha de Santa Catarina”, de Franklin Cascaes, será tema de debate virtual promovido pela Casa da Memória

16/06/2020 18:08

O primeiro debate do projeto “Trama de Leitura Ilhoa” terá como tema a obra “O fantástico na Ilha de Santa Catarina”, de Franklin Cascaes. O objetivo da sala de leitura do Centro de Documentação e Pesquisa Casa da Memória é promover o contato com livros de autores (as) de Florianópolis. Esta primeira ação acontecerá online no dia 13/07 às 19h30. Poderão participar até 100 pessoas que devem se inscrever neste link.

Sobre a obra:

“O fantástico na Ilha de Santa Catarina”: Nas 24 narrativas da presente coletânea, escritas entre 1946 e 1975, Cascaes “reproduz traços do inconsciente popular na área da fantasmagoria, relatando casos dramáticos de crenças em boitatás, lobisomens, negrinho do pastoreio e saci-pererê, mas sobretudo em bruxas, a cujos malefícios os grupos sociais incultos de muitas gerações debitaram a agressividade de fenômenos naturais, deficiências na área da saúde e anomalias hereditárias. Para os relatos, Cascaes se vale amplamente de diálogos travados entre falantes analfabetos ou semialfabetizados do século XX. Ele se empenhou por reproduzir os principais traços típicos do falar dos açoriano-catarinenses então nascidos na Ilha: fonéticos, morfossintáticos e lexicossemânticos. Nesse gênero ele foi pioneiro e alcançou sucesso, como evidencia o significativo número de edições da obra”. – Oswaldo Antônio Furlan.

O livro pode ser adquirido na livraria virtual e também está disponível gratuitamente na nossa estante aberta.